Viagens literarias

O objectivo desta página é reunir uma série de recursos pensados para as aulas de Língua Portuguesa do Ensino Básico e Secundário motivados pelo Google Earth e pelo site Google Lit Trips.

Posters virtuais com Glogster

O Glogster é uma ferramenta da web 2.0 que nos permite criar posters interactivos on-line que incluem textos, imagens, vídeos, música e mais. O mais interessante é que dispõe de uma versão educativa onde podemos inscrever os nossos alunos e trabalhar com eles dentro da nossa conta de professor, como sala de aula virtual, de maneira individual o partilhando os esforços. É uma maneira criativa e que permite engajar os alunos na presentação de trabalhos de temáticas muito variadas no ensino do português. Veja um interessante exemplo pulsando na imagem.

Glogster

Aprender vocabulário português

Algumas aplicações para aprender vocabulário:

- Com  Popling enquanto  repassamos listas de palavras em várias línguas (entre elas o português)  a aplicação guarda a informação do nosso aprendizagem: quais são as palavras que lembramos, quais são os nossos erros… As perguntas aparecem como janelas popups que permitem fazer outras tarefas na web.

É preciso suscrever-nos à página, à lista de palavras e descarregar uma pequena aplicação (Adobe Air) para as perguntas.

- Dicionários de Google monolingues e bilingues, em muitas línguas.

-WordNavigator, permite buscar no dicionário usando critérios como por exemplo  palavras que começam por as- , palabras que acabam em -aria ou palavras de três letras (???).  Está em inglês, mas também há noutras línguas (portugués, espanhol, francês, alemão, russo, italiano).

- Aprender com músicas. Na página de Morkol encontramos músicas em que aparece o vídeo e, do lado direito, a letra.

- A página de Wolfram disponibiliza uma demo de um programa para adivinhar palvras em 23 línguas diferentes.

In Babel 2.0

Nuvens de palavras

As tags são um dos elementos web 2.0 por antonomásia. A aplicação Wordle constrói belas nuvens de palavras a partir de textos, orações ou palavras escolhidas pelos usuários.

Uma das possibilidades é incluir o endereço de um blogue ou de marcadores delicious e a aplicação seleciona as palavras mais frequentes. Eis como fica a nuvem deste blogue.

Nuvens

Entre outras coisas interessantes, Wordle permite várias resoluções e imprimir o resultado direitamente, pelo que depois também as imagens podem ser modificadas.

É evidente a utilidade do Wordle para realizar actividades simples mais motivadoras e muito didácticas para aprender léxico nas aulas de português língua estrangeira. São inúmeras as possibilidades. Uma actividade fácil de se realizar é a que planteia o blogue Cá e lá “as palavras portuguesas preferidas da nossa turma”.

Outra actividade interessante seria fazer “mini-dicionários” com vocabulário organizado por áreas léxicas ou campos semánticos, como as partes do corpo, os países da Europa, os números cardinais ou qualquer outro que nos ocorra.

Um modelo de actividade para um nível avançado poderia ser assim:

Um poema de Florbela Espanca:

Em ti o meu olhar fez-se alvorada,

E a minha voz fez-se gorgeio de ninho,

E a minha rubra boca apaixonada

Teve a frescura do linho

O Wordle suprime as palavras de pouca estensão e cria um bonito quebra-cabeças que os alunos deverão reconstruir de maneira livre.

Florbela

Pediriamos aos alunos reconstruir o poema. Seguramente os ressultados serão muito diferentes. Será interessante contrasta-los com o original e acrescentar alguma outra actividade para conhecer a biografia da escritora alentejana e assim introducir conteúdos culturais.

Projecto MiLP (Meios interactivos na língua portuguesa)

Uma equipa de profissionais, com experiência na integração das tecnologias no ensino e no trabalho de investigação, abarcando todos os níveis de ensino e também a perspectiva do português como língua estrangeira, criou este projecto de Meios interactivos na língua portuguesa com o  objectivo fundamental de partilhar actividades.  A apresentação de sugestões de utilização dos meios interactivos, ligados directamente aos conteúdos e competências da Língua Portuguesa, permite ter da tecnologia uma visão mais próxima e estimula a criatividade no seu uso. As actividades são divulgadas num blogue desde Outubro de 2008 e coordenadas pelo doutorando da Universidade do Minho Luís Pereira.

 Meios interactivos na Lingua Portuguesa

Meios interactivos na Língua Portuguesa

Ferramentas para criar actividades didácticas

Criar cómics: A expressão escrita pode ser mais motivadora usando uma ferramenta da web 2.0: as que geram quadrinhos. Fáceis de usar, gratuitos, com muitos recursos para fazer mais atrainte a tarefa de criar situações para a escrita na aula de português (clic sobre a imagem).

Elaborar actividades online

  • Atenex: plataforma para a criação e gestão de materiais multimídia interactivos e para a a avaliação do processo de aprendizagem. Ver exemplo.
  • O clássico JClic, software educativo e colaborativo para elaborar actividades e unidades didácticas. Tem uma zona onde descarregar apliações feitas por outros docentes, algumas em português.
  • LIM: aplicação para criar materiais educativos interactivos em formato de livro. Ver exemplo.
  • Cuadernia, outra ferramenta educativa para criar actividades didácticas em forma de cuadernos digitais. Programa e actividades podem ser descarregados ou usados online. Ver exemplo.
  • Ardora: aplicação informática para criar actividades (34 tipos diferentes: palavras cruzadas, sopas de letras, completar, paneis gráficos, relógios, etc. Ver exemplo (em galego).
  • The Game-O-Matic. Ferramentas para gerar diferentes exercícios online para as aulas de idiomas.
  • WebAuthor . Gera vários tipos de exercícios online.
  • Puzzle maker. Para criar puzzles, sopas de letras, palavras cruzadas, laberintos, etc. Permite imprimir os ressultados ou salvá-los como imagem.

TESTES:

  • Quizquilla: Gerador de quiz online. Também permite responder testes já elaborados por outras pessoas, mas a maioria estão em inglês.
  • Content generator: testes e outras aplicações em formato flash.
  • Gerador de testes

Cartões:

Cartazes

Flashcards

Sopas de letras

My Pop Studio

My Pop Studio

My Pop Studio é um sítio lúdico e interactivo destinado a desenvolver o pensamento crítico sobre a televisão, a música, as revistas e outros médios dirigidos ao público adolescente, especialmente às meninas.

Foi desenvolvido pelo Media Education Lab da Temple University de Filadelfia.

As quatro partes da aplicação são explicadas através de actividades interactivas.

  • Magazine Studio: os usuários podem criar una página de revista sobre si próprios como se foram famosos.
  • TV Studio, oferece a posibilidade de editar um reality show, a partir de vários clips de vídeo e audio.
  • Music Studio, permite a criação de um “produto” mediático: uma estrela de la canção.
  • Digital Studio: ajuda a conhecer a implicação dos nos médios digitais: trabalho multitarefa, comunicações, relações sociales…, e analisar o impacto que tem nos hábitos do dia-a-dia.

A pesar de só estar em inglês, My Pop Studio é fácil para navegar, interactivo, e atrainte: vídeo, audio, flash, blogs, redes sociais… Uma reflexão sobre os medios através dos próprios médios.

In Profesor Potachov de Moldavia

Actividades de língua e cultura portuguesa + TIC

Uma das primeira actividade numa aula de português língua estrangeira e identificar-se e identificar os outros. São clássicos os exercícios com o verbo ser e chamar-se.

Nesta ocasião, duas possibilidades enriquecidas com o uso das TIC e das ferramentas web 2.0:

1. Como te chamas? (I): arquivo em power point para descarregar com personagens célebres do mundo do futebol.

2. Como te chamas? (II): audiolivro onde se trabalham estas estructuras acrescentando conteúdo cultural com artistas portugueses: o músico alentejano Janita Salomé (na voz do próprio cantor e música original) o grupo musical Madredeus e a pintora Paula Rego. Um produto final que mistura a montagem fotográfica, o áudio, a informação cultural e a música (clic sobre a imagem para ver a actividade).

Já agora, no que diz respeito à música em língua portuguesa, no mundo inteiro é conhecida a grande qualidade e variedade da música brasileira. Não acontece a mesma coisa com a música portuguesa: apesar de ser um país pequeno, Portugal encerra uma mina de talentos musicais excepcionais (como é o caso de Janita) que infelizmente poucas vezes trespassan as fronteiras do país. Nem no Brasil, que partilha língua e muitas raízes culturais, conhece-se bem a música portuguesa. É pena, não é? Os professores de português como língua estrangeira podem fazer muito para mudar este desconhecimento, introduzindo nas suas actividades didácticas conteúdos musicais e culturais de qualidade.

Outras actividades relacionadas com a música portuguesa:

Actividades relacionadas: O meu passaporte (identificar-se e pedir dados pessoais)

Janita Salome e Sara Tavares: Cancões de Embalar – Matita


Livros virtuais

Uma ferramenta Web 2.0 para elaborar livros virtuais de maneira muito simples é Issuu. Qualquer documento em formato pdf pode ser convertido a livro digital com un aspecto atrainte como este:

Também os alunos podem convertir os seus trabalhos em livros digitais, o que estimulará muito a produção e a colaboração. Por exemplo, fazer um album de fotos comentadas de alguma saída didáctica, é um procedimento fácil que terá um ressultado espectacular.

Campanha da amizade

A nossa amiga Leonor Cordeiro, do blogue “O MUNDO ENCANTADO DE CECÍLIA MEIRELES” ganhou o selinho da campanha da amizade, e o enviou também para este blogue. A sua lista é esta:


INSTRUÇÕES:

Apanhe o selo no Gospel Gifs, nomeie 10 blogs amigos e visite cada um deles avisando da nomeação. Se você foi nomeado por alguém, passe adiante e visite os outros nove blogs que foram nomeados junto com você. Ao repassar a campanha, pode copiar o texto acima ou criar o seu próprio texto. O importante é não esquecer de avisar onde se encontra o selo e de nomear os seus 10 blogs amigos.

Estes são os meus dez candidatos:

Excursões didácticas – Trabalhos de projecto

Foi demostrado que uma das melhores prácticas de aula para desenvolver as competências são os os trabalhos de projecto. Num projecto, os alunos realizan sequências didácticas à elaboração de um producto final, ou seja, as actividades ganham sentido e aumenta a motivação. As TIC podem integrar-se enquanto o projecto é desenvolvido (para procurar a informação, tratá-la, classificá-la, organizá-la..). ou como producto final. Por exemplo, os alunos podem fazer como producto um mapa online (Geotagging, Google maps, Panoramio, FlickrFly, Tagzania, Zooomr, GMiF- etc. ou por méio de fotoblogues que os integram, como o recém-nascido Nirudia.

Programa para captura de vídeos: Camtasia/ Conversor de ficheiros: Zamzar. Software livre

cam.gif

A Techsmith decide agora disponibilizar de forma gratuita a versão 3 do Camtasia Studio, que permite fazer captura de vídeo a partir, por exemplo, do que se está a passar no ecrã. É muito útil para demonstrar como se usa determinado software (ou webware). Para além da captura de vídeo é ainda possível incluir narração (recorrendo a um microfone ou ao som das colunas) ou ainda vídeo de uma webcam. Esta versão traz um add-in para o Power Point, permitindo usar uma apresentação (já feita) e incluir narração, produzindo um vídeo. A edição é também um dos pontos fortes do Camtasia Studio. Podemos incluir imagens, efeitos de transição das sequências de vídeo, destacar elementos ou locais do vídeo, inserir legendas, inserir questões (escolha múltipla, por exemplo). Depois de criado o vídeo há a possibilidade de o disponibilizar em vários formatos: MP3, iPod video, Flash (SWF and FLV), AVI, Silverlight, compatible WMV, QuickTime (MOV), RealMedia (RM), Animated GIF, Executable (EXE)). Para o ambiente web, o flash é o mais aconselhado. Pode ainda fazer-se um CD ou uma página web usando vários vídeos e um menu produzido com o Camtasia Studio. A chave do programa deve ser pedida aqui depois de feito o download da aplicação aqui. (cerca de 28 MB). Ficam assim com a versão legalmente registada.

zamzar-logo1.jpg

O Zamzar é uma ferramenta que permite converter ficheiros usando apenas o browser e sem instalar nada. Basta escolher o ficheiro original, que tem de ter menos de 100 Mb, depois escolher o formato para o qual queremos converter e deixar o email onde iremos receber o link do ficheiro convertido. Existem vários formatos de imagem, texto, música e vídeo que se podem escolher.

 

Do blogue de José Oliveira

SOFTWARE LIVRE

Para elaborar materiais didácticos relacionados com a aprendizagem de software, especialmente nos cursos virtuais, os “vídeos demostrativos” são muito úteis e apreciados pelos alunos Estes vídeos reproduzem uma sequencia de acções gravadas pelo professor directamente do seu computador e podem ser enriquecidos com arquivos sonoros (voz em off para descrever as fases de realização) ou etiquetas de texto para conduzir o processo. Existem algumas aplicações de software livre que permitem criar vídeos demostrativos: CamStudio y Wink.

  • CamStudio permite registar qualquer actividade no ecrã e acrescentar sons. Gera arquivos em formato .avi o .swf (Flash).
  • Wink é também software livre, multiplataforma (Windows e Linux) e regista sons. Gera arquivos Flash/html, executáveis (.exe) e .pdf (para imprimir), bem como diversos formatos de imagem fixa (BMP/JPG/PNG/TIFF/GIF).

São fáceis de usar e geram recursos educativos realmente práticos e atraentes.

Vídeos de Youtube para o nível inicial de português

Youtube permite criar contas onde podemos organizar os videos por temas. Eis a página de Músicas para crianças, uma seleção de vídeos com músicas onde podem aprender desde fazer perguntas com “8 anos” de Adriana Calcanhoto a cantar o alfabeto e aprender montes de palavras ou divertir-se com Pocoyo em português. E outra página, onde aparece uma lista de vídeos interessantes para o nível inicial de português. O formato de vídeo da Internet facilita o uso, são fragmentos de vídeos de corta duração que permitem uma fácil exploração. Criar uma lista como esta, adecuada aos nossos níveis e interesses é fácil. Só há que registar-se em Youtube e ir criando a nossa própria “antologia”. É uma boa maneira de criar hábitos colaborativos e de partilhar os recursos. Teachertube é a versão educativa de Youtube.

Para usar vídeos da Internet na sala de aula NÃO é preciso estar na Internet. Há programas que permitem descarregar os vídeos e usá-los:

Vídeos Portugal

Vídeos Brasil

ARTIGOS:

O vídeo é um excelente recurso para praticar a compreensão oral. As maneiras de usá-los são variadas. No seguintes artigo podemos ver como trabalhar com o vídeo na aula de idiomas.

Outro blogue no mundo do Português Língua Estrangeira

Damos a bem-vinda ao novo blogue da professora Eduarda, Português Língua Estrangeira, também dedicada há alguns tempos a divulgar a língua e a cultura portuguesa por terras da Extremadura espanhola. Este é o seu segundo blogue, mantém outro chamado A turma do CRA La Raya, que recolhe a sua experiência como professora nesta agrupação de escolas. Vale a pena visitá-los.

Professor 2.0 – Ferramentas da Web 2.0 para a educação (IV) – Comunidades de troca e aprendizagem lingüistico

ITAKI.com
Uma aplicação social, para intercambiar entre os interessados na aprendizagem de idiomas e criar comunidades, para practicar a língua ou para encontrar recursos (podcasts, webs, vídeos, diccionarios, etc.) en diferentes línguas, entre elas o português.

 

 

Qual língua deseja aprender?


Friendsabroad , Soziety, Place4langs, Welang, Huitalk ou TalkConmigo são outras comunidades parecidas.

Professor 2.0 – Ferramentas da Web 2.0 para a educação (III). A Amália, o Luis e a tia Anica

Outro site onde poder fabricar os nossos pequenos vídeos com personagens virtuais: com voz pré-gravada, con voz real ou u até com uma música. Os alunos vão adorar.

voki.gif

Ouvir os arquivos

Ver exemplos de uso didáctico noutras línguas

Professor 2.0 – Ferramentas da Web 2.0 para a educação (II). Um exemplo de Audio-livro em português

Uma exemplo da aplicação da Web 2.0, Voice Thread: fabricar montagens próprias com foto e som, com formato de áudio-livro, um recurso muito simples de se fazer com os alunos e com muitas possibilidades didácticas. A maioria são em inglês, não há muitos em português, vamos mudar essa realidade!!

rui.jpg

Ver o audio-livro

Professor 2.0 – Ferramentas da Web 2.0 para a educação (I)

A Web 2.0 é um entorno ideal para apoiar o processo de ensino-aprendizagem significativo, constructivo e em colaboração. Estão a aparecer a uma velocidade de vertigem aplicações cada vez mais fáceis de usar para pessoas sem conhecimentos técnicos que por sua vez são mais versáteis, adaptáveis, úteis e atraíntes para fins educativos.

Descreveremos agora as mais interessantes. Podem vê-las, experimentá-las, dar a sua opinião e acrescentar outras que conheçam através dos comentários.

 

ANIMAÇÕES

  • Geradores de audio-livros online, com possibilidades de trabalho em colaboração. VoiceThread ou Flip (Exemplo em português: Chamo-me…)

  • Apresentações em power point, como esta de Slideshare ou de galerias fotográficas como PictureTrail

COMUNICAÇÃO

  • YackPack é uma ferramenta para a comunicação con grupos (equipas de trabalho, aulas, família, etc.). É fácil de usar para gravar e ouvir mensagens de audio online, Podem enviar-se mensagems a uma ou várias pessoas, e as mensagens podem-se ouvir secuencialmente, como ouvimos uma conversa. Os autores dão algumas dicas de uso na educação.

  • Foros para falar, e nunca melhor dito, sobre temas de comum interesse: Chinwing.

REDES SOCIAIS

 

  • Page Flakes Teacher: rede social específica para educadores, com possibilidade de criar grupos de trabalho que colaborem pública ou privadamente através do mesmo portal, com widgets específicos para a gestão e comunicação educativa (aulas, avaliação, comunicação com os alunos…
  • Ning: outra popular interfaz para redes sociais com fins educativos.

 

 

 VÍDEOS

Há muitos sites como  YouTube, Google Videos, MySpace, Metacafe, Gofish ou específicamente portugueses como Sapo…  de onde podemos descarregar vídeos e usá-los na sala de aula. Também temos editores on line como ProShow Gold, Mojiti o Stage 6 para fazer modificações didácticas. Agora temos também uma ferramenta de YouTube, um editor de vídeo, YouTube Remixer, que permite modificar os conteúdos publicados em YouTube directamente no navegador, e podemos  misturar vídeos de Youtube, acrescentar fotos, gráficos, e efeitos de transição.

WIKIS

 

Uma wiki é um site que pode ser editado e criado por muitas pessoas; um projeto coletivo, cujo maior exemplo hoje em dia é a Wikipedia. Difíceis de montar, agora com serviços como Wetpaint ou Wikispaces está ao alcance de todos.

Edu2.0

Cada vez mais a web 2.0 mostra as suas potencialidades no mundo da Educação. Esta ferramenta pretende ser mais do que um simples CMS, ou LCMS, ou rede social ou ainda agregador de feeds. É tudo isto e muito mais, como explica o autor Graham Glass no seu blog.

O Edu 2.0 desenvolve-se em quatro grandes eixos: ensinar, aprender, usar recursos, discutir em comunidade. As potencilidades são imensas e o melhor é mesmo experimentar e sentir, ou então começar por ver o vídeo de apresentação criado pela equipa do Edu 2.0:

In Educação, Matemática e Tecnologias.

O alfabeto para crianças

Materiais para descarregar:

Apresentações

Alfabetos para colorir

Alfabetos interactivos:

ACTIVIDADES INTERACTIVAS


MP3

Vídeos (versão portuguesa)

Vídeos (versão brasileira):

Outros vídeos de portugués para crianças

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 53 outros seguidores