Aprender vocabulário português

Algumas aplicações para aprender vocabulário:

– Com  Popling enquanto  repassamos listas de palavras em várias línguas (entre elas o português)  a aplicação guarda a informação do nosso aprendizagem: quais são as palavras que lembramos, quais são os nossos erros… As perguntas aparecem como janelas popups que permitem fazer outras tarefas na web.

É preciso suscrever-nos à página, à lista de palavras e descarregar uma pequena aplicação (Adobe Air) para as perguntas.

Dicionários de Google monolingues e bilingues, em muitas línguas.

WordNavigator, permite buscar no dicionário usando critérios como por exemplo  palavras que começam por as– , palabras que acabam em -aria ou palavras de três letras (???).  Está em inglês, mas também há noutras línguas (portugués, espanhol, francês, alemão, russo, italiano).

– Aprender com músicas. Na página de Morkol encontramos músicas em que aparece o vídeo e, do lado direito, a letra.

– A página de Wolfram disponibiliza uma demo de um programa para adivinhar palvras em 23 línguas diferentes.

In Babel 2.0

Anúncios

Nuvens de palavras

As tags são um dos elementos web 2.0 por antonomásia. A aplicação Wordle constrói belas nuvens de palavras a partir de textos, orações ou palavras escolhidas pelos usuários.

Uma das possibilidades é incluir o endereço de um blogue ou de marcadores delicious e a aplicação seleciona as palavras mais frequentes. Eis como fica a nuvem deste blogue.

Nuvens

Entre outras coisas interessantes, Wordle permite várias resoluções e imprimir o resultado direitamente, pelo que depois também as imagens podem ser modificadas.

É evidente a utilidade do Wordle para realizar actividades simples mais motivadoras e muito didácticas para aprender léxico nas aulas de português língua estrangeira. São inúmeras as possibilidades. Uma actividade fácil de se realizar é a que planteia o blogue Cá e lá “as palavras portuguesas preferidas da nossa turma”.

Outra actividade interessante seria fazer “mini-dicionários” com vocabulário organizado por áreas léxicas ou campos semánticos, como as partes do corpo, os países da Europa, os números cardinais ou qualquer outro que nos ocorra.

Um modelo de actividade para um nível avançado poderia ser assim:

Um poema de Florbela Espanca:

Em ti o meu olhar fez-se alvorada,

E a minha voz fez-se gorgeio de ninho,

E a minha rubra boca apaixonada

Teve a frescura do linho

O Wordle suprime as palavras de pouca estensão e cria um bonito quebra-cabeças que os alunos deverão reconstruir de maneira livre.

Florbela

Pediriamos aos alunos reconstruir o poema. Seguramente os ressultados serão muito diferentes. Será interessante contrasta-los com o original e acrescentar alguma outra actividade para conhecer a biografia da escritora alentejana e assim introducir conteúdos culturais.

O meu passaporte

Nível: A1 (Quadro de Referência Comum Europeu)

Destinatários: Jovens e adultos.

Objectivos:

  • Identificação (nome, apelido, nacionalidade).
  • Praticar os números, as cores, os meses do ano…
  • Descrever o aspecto físico das pessoas.

Gramática:

  • Verbos de identidade (chamar-se, ter, ser…)

Funções:

  • Fazer perguntas sobre a identidade e responder
  • Falar do aspecto físico das pessoas.

Habilidades: Expressão oral e escrita; compreensão auditiva e leitora.

Processo: Em grupos de 2 alunos, um estudante representa o papel de polícia de alfândega e o outro de turista. O objectivo é preencher um passaporte. Devem perguntar pelos dados solicitados e escrever as respostas. Depois podem trocar os papeis.

Materiais:
Ficha passaporte

Ideia original de Agustín Yagüe

Receitas para cozinhar poemas

Para facilitar a criação de poemas podemos usar algunas destas “receitas”.

  • Nome+Adjectivo

Trata-se de criar uma lista de nomes sobre um tema e acrescentá-lhes um adjectivo:

Telhados molhados,

Ruas solitárias

Casas velhas

Fonte rumorosa

  • Nomes com rima

Escolher nomes dos estudantes, da familia e cria-se uma rima com a maneira de ser, as coisas de que gosta, etc.

Gustavo

Gosta dos cravos

  • Palavras com rima

Com a mesma técnica que o exercício anterior. Exemplo: espelho/coelho:

Por olhar-se muito no espelho

Tem grandes orelhas o coelho

  • Quem, onde?, quando?, como?, o que é que fez?, com quem?…

Respondendo a estas perguntas, podemos criar poemas como este:

Uma gaivota

No ceu

Ao entardecer

pausadamente

Voava

Com o vento .

  • Poema colectivo ou cadáver esquisito

Cadáver Esquisito: “Jogo de papel dobrado que consiste em fazer compor uma frase ou desenho por várias pessoas, sem que nenhuma delas possa aperceber-se da colaboração ou colaborações precedentes. O exemplo, tornado clássico, que deu nome ao jogo, está contido na primeira frase obtida deste modo: O cadáver-esquisito-beberá-o-vinho-novo.” (in Antologia do Cadáver Esquisito, organização de Mário Cesariny, Lisboa, Assírio & Alvim, 1989, p.95. Trata-se de uma tradução retirada do Dictionnaire abrégé du surréalisme, de Breton e Éluard, de 1938).

Variações: cada estudante começa uma linha de um poema, e intercâmbiam as folhas para escrever o seguinte verso.

Caligramas.

Texto poético cuja disposição tipográfica evoca o tema. (Ver apresentação)

4 MIL POR DIA
CADÊ MEU CHANEL
CADÊ MINHA CHAVE
PASSAR ROUPA
LIMPAR DISPENSA
LIMPAR BANHEIROS
MOLHAR PLANTAS
LAVAR ROUPA
LAVAR JANELAS
ENCERAR SALA
PASSEAR BOMBOM
LIMPAR PRATARIA
ESCOVAR SAPATOS
4 MIL POR DIA

  • Acrósticos

Escrevemos um nome o uma frase curta em vertical. Cada letra será o começo de uma palavra ou frase. O final deverá ser um texto com sentido, embora por vezes possa ser um pouco surrealista.

Lava

Unico

Amor

Lava o meu coração

Unico, com as tuas mãos

Amor, perante a lua

Brasil

Para professores EJA:

Recursos para atender a diversidade linguística na escola

Português Língua Não Materna no Currículo Nacional (MEC Portugal).

________________________

RECURSOS DGIDC:

Diversidade Lingüística na Escola Portuguesa é um projecto que dá resposta às mudanças sofridas pela sociedade e a escola portuguesa perante o grande número de alunos de origem estrangeira (provenientes dos mais diversos países), com ou sem desconhecimento do português. O projecto de investigação para atender à diversidade linguística das escolas portuguesas baseou-se nos seguintes objectivos:

  • sensibilizar a comunidade escolar para a riqueza do multilinguismo na escola;
  • valorizar as línguas maternas dos alunos;
  • criar linhas de orientação, bem como alguns materiais, capazes de melhorar a competência em língua portuguesa dos alunos de outras línguas maternas.

Documentação complementar:

Foi desenvolvido pelo Instituto de Linguística Teórica e Computacional (ILTEC), uma associação privada sem fins lucrativos cujos associados são a Fundação para a Ciência e a Tecnologia, a Universidade de Lisboa e a Universidade Nova da Lisboa.

Como resultado do projecto, foram lançados dois CD (o CD1 os primeiros resultados do Projecto; o CD 2 com diferentes materiais para tratar a diversidade linguística: textos de formação, avaliação do nível de português, exercícios para o ensino do Português Língua Não Materna, listas de vocabulário multilingues, etc.).

Exemplos de actividades

Actidades interactivas:

  • Exercícios de vocabulário (festa de aniversário, pôr a mesa, higiene diária, roupa nova, limpar a casa).
  • A casa. Partes da casa, mobília, alimentação, bebidas (em português, crioulo de Cabo Verde, Guzerate, Mandarim e Ucraniano).


_________________________

PORTUGUÉS PARA TODOS

Portugues para todos é um espaço criado para a inclusão. “Na sala de aula, em português, deve haver espaço para exercícios e actividades diferenciados. As novas tecnologias à disposição da fantasia de professores e alunos marcam a diferença na elaboração de materiais didácticos mais adequados a situações de multilinguismo”.

O sítio fornece materiais didácticos para português como língua estrangeira para vários níveis (elementar, independente, proficiente).

Sinais de Trânsito

Como complemento ao trabalho com os meios de transporte, esta canção é óptima para consolidar questões de educação vial. Podemos também trabalhar as formas, as cores, a localizalização, questões gramaticais (uso do imperativo…).

SERAFIM & COMPANHIA – Pela Estrada Fora

Versão original em espanhol: El auto de papá

Sites para trabalhar o tema